• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • estagio
  • PROTOCOLO ADMINISTRATIVO
  • AREAFIM
  • Banner Denúncia
  • agendaestrategica
  • MPT-MA divulga resultado final do seletivo
  • Clique na imagem para fazer o cadastro. É rápido e fácil.
  • Petições jurídicas devem ser feitas no sistema próprio. Acesse aqui.
  • Saiba como fazer sua denúncia ao MPT-MA
  • Veja a Agenda Estratégica do MPT-MA (2018-2019)

Emserh e sindicatos firmam acordo extrajudicial no MPT-MA

A Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) firmou acordo com o Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA), em audiência realizada no mês de junho. De acordo com o Termo de Transação Extrajudicial, a empresa se comprometeu a liberar valores referentes a indenizações aos empregados do Instituto Bio Saúde que prestaram serviços à rede pública estadual de saúde administradas pela Emserh.

A audiência que resultou na assinatura do acordo foi presidida pelo procurador do Trabalho Marcos Rosa, e contou com a participação de Rodrigo Lopes da Silva (Emserh), do secretário de Saúde do Estado, Carlos Eduardo Lula, e de representantes dos Sindicatos dos Enfermeiros (Seema), dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem (Sindsaúde), dos Trabalhadores em Serviços da Saúde da Região Tocantina e dos Técnicos e Auxiliares de Enfermagem (Sintaema).

Na ocasião, ficou decidido que a Emserh terá que cumprir diversas obrigações, como o pagamento de indenização aos funcionários, referentes ao período de 28/03/2018 a 21/03/2019. Os valores envolvem indenização pelo Fundo de Garantia por Tempo de Serviços (FGTS), férias e 13º salário. 

Outra obrigação é realizar o pagamento em 18 parcelas até o décimo dia útil de cada mês. Além disso, os sindicatos não poderão iniciar qualquer tipo de paralisação ou movimento no período do acordo, que prejudique a prestação de serviço saúde. 

A indenização que será paga é referente à inexistência de vínculo empregatício da empresa com os trabalhadores. As quantias deverão ser repassadas pela Secretaria de Estado da Saúde à Emserh, que efetivará o repasse aos empregados.

Caso descumpra o pagamento por mais de 20 dias úteis, a empresa terá de pagar multa de 2% com base no valor definido. A quantia da multa será revertida em favor do beneficiário prejudicado. 

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • audin MPU
  • Portal de Direitos Coletivos