• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • estagio
  • PROTOCOLO ADMINISTRATIVO
  • AREAFIM
  • Banner Denúncia
  • agendaestrategica
  • MPT-MA divulga resultado final do seletivo
  • Clique na imagem para fazer o cadastro. É rápido e fácil.
  • Petições jurídicas devem ser feitas no sistema próprio. Acesse aqui.
  • Saiba como fazer sua denúncia ao MPT-MA
  • Veja a Agenda Estratégica do MPT-MA (2018-2019)

Assédio moral no trabalho pode gerar problemas psicológicos

Na última sexta (07), o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA), Luciano Aragão, ministrou palestra sobre assédio moral na Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), no Porto do Itaqui, em São Luís

A palestra aconteceu em um momento importante, pois a EMAP ganhou novos canais de comunicação, que ajudarão no acompanhamento de possíveis casos de assédio. O presidente da empresa portuária, Ted Lago, destacou a importância do encontro. “É preciso falar sobre o assédio moral para que esse tipo de conduta não exista nas empresas. O assédio moral fere com a integridade do trabalhador”, explicou. 

O procurador-chefe, Luciano Aragão, apresentou diversos problemas que o assédio moral pode causar na vida de uma pessoa. A depressão é um deles. “O trabalhador pode possuir problemas psicológicos como síndrome do pânico e depressão, se ele passar a sofrer assédio moral no trabalho, o seu quadro de saúde pode agravar ainda mais,” alerta. 

Segundo especialistas, além dos sintomas psicológicos, o assédio moral sofrido pelo empregado pode causar problemas no rendimento da empresa, afetando a produtividade do trabalhador, que tende a diminuir, e gerando menor desempenho nas atividades laborais. 

Os tipos de assédio 

O assédio moral pode ser praticado tanto por chefes e superiores quanto por colegas do mesmo nível hierárquico. O procurador ainda destacou que muitos casos não são solucionados pela falta de denúncias. “Muitos trabalhadores têm medo do que pode acontecer. Mas todos devem denunciar. Pois é preciso combater o assédio moral. A sua prática pode deixar sequelas irreversíveis.”

Casos no Maranhão

Em levantamento feito pelo MPT-MA, de 2014 a 2019, foram recebidas 334 denúncias de assédio moral em todo o estado. Desse total, 112 casos continuam sendo investigados.

Como denunciar

As denúncias podem ser feitas pelo site do MPT-MA ou pelo aplicativo para celular MPT Pardal disponível para os sistemas Android e OIS. Existe também a possibilidade de registrar a denuncia de maneira anônima.

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • audin MPU
  • Portal de Direitos Coletivos